Oficinas preparam adolescentes e ajudam na inclusão social

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012 as 15:38, por: cdb

 

A Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, desde 2009, tem investido em infraestrutura e recursos humanos para implantação de um novo modelo de gestão social, especialmente, no desenvolvimento de medidas socioeducativas e liberdade assistida, previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Por determinação do ECA, as medidas socioeducativas de prestação de serviços comunitários e liberdade assistida são determinadas aos adolescentes que praticaram atos infracionais.

Secretário José Carlos Porsani ressalta importância de programas como o Muda Garoto Atualmente, em Araraquara, o programa denominado Muda Garoto atende 120 adolescentes em conflito com a lei, com atividades diárias individuais e familiares, inserção e acompanhamento escolar, inclusão em cursos profissionalizantes, oficinas de apoio das dificuldades escolares, oficinas culturais, oficinas de informática e manutenção de computadores, reciclagem de materiais, entre outras. Segundo o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, José Carlos Porsani, as atividades são fundamentais para que os adolescentes descubram os benefícios que a música, a informática e o artesanato podem proporcionar para o autoconhecimento, o enfrentamento de desafios e a redução dos fatores de risco para novos atos infracionais, além de contribuir para inclusão social.  “As medidas socioeducativas têm obtido resultados bastante satisfatórios na inclusão social desses adolescentes com indicadores baixíssimos de reincidência de atos infracionais, graças os investimentos da Prefeitura em novas oportunidades de vida e de trabalho”, afirma Porsani.