O português Guterres é reeleito presidente da Internacional Socialista

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de outubro de 2003 as 23:32, por: cdb

O português António Guterres, do Partido Socialista, foi reeleito nesta terça-feira para a presidência da Internacional Socialista. Ele conduzirá a organização por mais três anos, até o seu próximo congresso. O chileno Luis Ayala também foi reeleito para a secretaria geral.

O plenário do 22.º Congresso da Internacional também elegeu o colégio de vice-presidentes, que ao lado do presidente e do secretário geral formam o Presidium – organismo que a organização.

O único brasileiro que figura na lista de dirigentes da Internacional é o ex-governador do Rio, Leonel Brizola. Ele foi indicado para o cargo de presidente honorário, ao lado de outros 13 socialistas de renome. Entre eles, Mário Soares, de Portugal, e Alán Garcia, do Peru.

Brizola esteve na vice-presidência da entidade durante 12 anos. Quando soube que seria reeleito para o cargo, pediu licença para sair, sugerindo à organização que escolhesse o nome de uma mulher para substitui-lo.

Conhecido no meio dos partidos de inspiração social-democrata ao redor do mundo, o nome de Brizola foi bastante aplaudido quando Guterres anunciou que ele passaria a ocupar o cargo de presidente honorário.