Novo processo contra Jaqueline atrasa apresentação de relatório

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 30 de março de 2011 as 18:35, por: cdb

David RibeiroEduardo da Fonte: relatório pode servir de base para o Conselho de Ética.

No final da tarde desta quarta-feira, a Corregedoria da Câmara recebeu mais um pedido de investigação da deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF). A presidência da Câmara encaminhou pedido da Central Única dos Trabalhadores (CUT-DF) para investigar a deputada sobre o vídeo no qual ela aparece recebendo dinheiro de Durval Barbosa, operador e delator do esquema de corrupção conhecido como mensalão do DEM; e sobre o suposto uso indevido da verba indenizatória. Jaqueline teria usado parte dessa verba para pagar despesas de uma sala de propriedade de seu marido, Manoel Neto.

Como a presidência da Câmara encaminhou pedido de anexação ao processo em andamento, a Corregedoria terá de notificar novamente a deputada e, se não conseguir em três tentativas, terá de publicar a notificação no Diário Oficial da União. Além disso, o órgão é obrigado a abrir novo prazo de cinco dias úteis para Jaqueline apresentar sua defesa.

O corregedor da Câmara, deputado Eduardo da Fonte (PP-PE), havia anunciado que apresentaria na próxima semana seu relatório. Com os novos prazos a serem cumpridos, não haverá tempo hábil para ele concluir seu parecer na semana que vem.

Da Redação – RCA