No meio da ponte

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 30 de março de 2003 as 13:01, por: cdb

No ano 2000, o Sindicato das Empresas de Informática do Estado do Rio de Janeiro (Seprorj) – então presidido pelo articulado Maurício Mugnaini, que renunciou recentemente para assumir a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia de Niterói – firmou convênio com a Universidade Cândido Mendes para criar o primeiro MBA em Tecnologia da Informação (TI) no Rio de Janeiro.

Ano passado, o MBA em TI passou a ser ministrado nas instalações do Seprorj, ocasião em que surgiu um novo MBA, de gestão tecnológica. Este ano, os dois MBAs foram transferidos para a administração do Núcleo de Exportação de Software do Rio de Janeiro (Riosoft), que agregou aos cursos sua experiência na capacitação de executivos de informática.

Para tornar seus dois MBAs ainda mais interessantes para os informatas fluminenses, a Riosoft firmou convênio com o Sebrae, pelo qual aquela entidade de fomento assumiu o pagamento de 70% do valor do MBA das inscrições dos profissionais das empresas associadas às diferentes entidades do Estado do Rio.

Com o apoio do Sebrae, os informatas fluminenses conseguiram uma condição financeira única para contribuir com a formação de novos técnicos e executivos em TI, visando a recuperação do Rio como pólo de desenvolvimento de software. Com Mugnaini em Niterói, não será surpresa para esta coluna se o grosso dessa tropa de gênios sentir-se atraído em concentrar-se no outro lado da ponte.

BEM-VINDOS
Já podem ser convidados, para a mesma mesa, o prefeito Cesar Maia e o casal Anthony e Rosinha Garotinho.

EXAGERO
A Mesa da Câmara Municipal do Rio, além da quota de 800 litros mensais de combustível, quer comprar 42 novos automóveis para distribuí-los a cada vereador. Muitos, constrangidos, criticaram em plenário a mordomia. Mas devolver o mimo são outros quinhentos.

VESTAL…
O deputado estadual Carlos Minc (PT) não votou a favor do decreto legislativo que anula cancelamento de autos de infração contra a Coca-Cola, aprovado na Alerj por 46 votos e seis abstenções.

CHUMBO GROSSO
No programa “Deles e Delas”, que vai ao ar neste domingo, na Bandeirantes, o ex-governador Garotinho diz que uma Benedita da Silva vale 17 Silveirinhas.

NA BRASA
O ministro José Graziano não está sendo fritado, nem está na frigideira do Governo. Mas que acabou, acabou. Exatamente no dia em que culpou os nordestinos pelas desgraças, misérias e violência de São Paulo.
Onde, data venia, o nordestino Lula da Silva fez vitoriosa carreira.

DE QUEM?
Alguns jornais e emissoras de rádio e tevê identificam as tropas dos Estados Unidos como “aliadas”. Com a grande maioria da sociedade brasileira condenando a invasão do Iraque, são aliadas de quem?

PODEROSAS
A criação de uma CPI mista para combater a violência sexual contra crianças e adolescentes foi requerida pela deputada Maria do Rosário (PT-RS) e pelas senadoras Patrícia Gomes (PPS-CE) e Serys Slhessarenko (PT-MT).
Sedutoras, conseguiram o apoio de 207 deputados e 36 senadores.

NÚMERO ÚNICO
Em meio ao debate sobre segurança no Brasil, o senador Pedro Simon (PMDB-RS) voltou a cobrar a regulamentação da lei por ele proposta, aprovada pelo Congresso e sancionada pelo ex-presidente FHC, em 1997, que institui o número único para registro e identificação dos brasileiros.
Apesar de sancionada, a lei nunca foi cumprida por falta de regulamentação.

SILICONADAS
Mulheres que fazem implantes de silicone nos seios estão mais propensas a cometer o suicídio. É o que revela pesquisa feita por cientistas suíços da University Medical Center.
Nos Estados Unidos, 250 mil mulheres aumentaram os seios em 2002. No Brasil, não há estatística a respeito.

Inconfidências
>> Sem ter o que fazer, a Câmara Municipal do Rio vai constituir uma comissão de cinco vereadores para acompanhar, em Brasília, os debates da reforma previdenciária.
>> Após 10 anos sem lançar um navio, o estaleiro Verolme lança ao mar nesta segunda-feira, às 11h30min, a primeira embarc