Nenhum policial foi morto em serviço no Rio em 2011

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 16 de maio de 2011 as 10:09, por: cdb
Nos primeiros meses do ano, nenhum policial morreu em serviço

Este ano, nenhum policial morreu em serviço nos meses de janeiro, fevereiro e março, segundo dados que constam do novo relatório do Instituto de Segurança Pública (ISP).

Segundo o governador do Rio, Sérgio Cabral, desde 1998, quando a estatística começou a ser feita, nunca um houve um ano tão seguro para os policiais.

– Isso é uma conquista extraordinária. Incluímos na nossa política de segurança metas de redução de crimes, incluindo auto de resistência. Com isso, estimulamos cada vez mais uma policia pacificadora. Claro que quando precisar usar a forca, a polícia vai usar, mas o ideal é que não seja necessário –, disse Cabral.

O governador também falou sobre o reforço na segurança dos transportes públicos, que será feita por policiais militares de folga, estendendo às concessionárias – Metrô, SuperVia e Barcas – conforme o decreto, publicado no dia 16 de março, que permite aos policias trabalharem em dias de folga em convênio com as prefeituras.

– Agora estamos abrindo para o metrô, SuperVia e Barcas utilizar nosso policiais de folga para reforçar a segurança fardados. Mas cabe a eles decidirem. Isso é um ganho, porque a maioria dos policiais morre fora da atividade fazendo bico, em situações precárias –, disse o governador.