Navio com 680 toneladas de explosivos é apreendido na Grécia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 23 de junho de 2003 as 09:24, por: cdb

Forças especiais da Grécia interceptaram um navio com um carregamento de 680 toneladas de explosivos. Ele aparentemente havia percorrido o mar Negro e se dirigia à África.

Autoridades do Ministério da Marinha Mercante grego estão checando os documentos da embarcação para averigüar se a carga, de dinamite de amônia, é ilegal ou não.

O carregamento é tão grande que os explosivos poderiam ter como destino um governo e não uma organização terrorista.

O seu uso final poderia ser a indústria de mineração. Mas Polyzoidis afirma que o volume da carga é tão impressionante que as autoridades gregas preferiram não correr o risco de deixar o navio seguir viagem.

Informação

As tropas subiram a bordo do navio Baltic Sky após terem recebido informações de uma agência de inteligência estrangeira.

Forças da Otan (aliança militar ocidental) têm inspecionado navios nessa parte do Mediterrâneo há algum tempo, como prevenção a atentados.

“Parece ser certamente um navio suspeito”, disse um porta-voz do governo grego, Telemachos Hytiris.

“E parece que estava a caminho da África, mas ainda não sabemos exatamente para onde.”

A Grécia revelou que a embarcação pertence a uma companhia registrada nas ilhas Marshall, no Pacífico. Viajava, porém, sob a bandeira das ilhas Comoros, arquipélago conhecido por fornecer bandeiras a navios que tentam esconder suas atividades ilegais.

A tripulação do barco, que está sendo interrogada, seria composta por cidadãos das ex-repúblicas soviéticas da Ucrânia e do Arzebaijão.