Na luta por zona da Libertadores, Palmeiras e Botafogo se confrontam

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 31 de agosto de 2011 as 13:46, por: cdb

Na sexta posição, com 32 pontos ganhos, o Palmeiras inicia o segundo turno do Campeonato Brasileiro da Série A, nesta quarta-feira, às 21h50, no Estádio João Havelange, frente o quinto colocado Botafogo (RJ), dois pontos a mais que a equipe da capital paulista. Vindo de uma importante vitória no clássico contra o Corinthians, Felipão espera desbancar um concorrente direto na luta por uma vaga na Taça Libertadores da América e até almejar encostar de vez nos líderes da competição. No lado carioca, o intuito é manter o embalo, porém todos pregam respeito pelo adversário. No primeiro turno o Palmeiras venceu por 1 a 0.

Sem poder contar com o goleiro Marcos, poupado pela comissão técnica, que segue a programação de evitar lesões, Deola volta a ganhar uma oportunidade como titular. “É sempre muito bom representar o Palmeiras, mesmo sem ritmo de estar atuando com regularidade, venho treinando forte e quando for necessário estarei preparado”, apontou o atleta.

Deola elogiou o Botafogo (RJ), mas acredita em voltar a São Paulo com os três pontos. “Eles possuem um time muito forte, que encaixou na competição. Não tem como citar só um jogador, já que todos estão se destacando em diferentes posições e quando jogam em casa são ainda mais fortes. Nossa equipe precisa estar preparada, do mesmo jeito que entramos em campo no clássico. Apesar dos desfalques, o elenco é forte para conseguir o triunfo”, afirmou.

Felipão terá mais três desfalques, além de Marcos: o meia Valdivia que foi convocado pela seleção chilena e os atacantes Maikon Leite e Luan. O primeiro lesionado, só regressa em três semanas e o segundo recebeu o terceiro cartão amarelo. Em compensação, o lateral-direito Cicinho volta após cumprir suspensão automática.

Caio Júnior, técnico do Botafogo (RJ) exaltou o sistema defensivo do Palmeiras e a principal jogada do time comandado por Luiz Felipe Scolari. “O Palmeiras tem uma característica bem específica de bom poder de marcação e sua força para marcar os gols é a bola parada do Marcos Assunção. É uma situação que preocupa a todos. Vai ser uma tônica precisamos de cuidado”, admitiu.

Apenas um desfalque terá o Botafogo (RJ): o zagueiro Antônio Carlos, lesionado foi vetado pelo departamento médico e em seu lugar, Gustavo ganha uma oportunidade. De resto a escalação inicial será a mesma que venceu o Fluminense (RJ), por 2 a 1, na última rodada.

Ficha técnica

Botafogo (RJ): Jefferson; Lucas, Gustavo, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos, Renato, Maicosuel e Elkeson; Herrera e Loco Abreu.
Técnico: Caio Júnior.

Palmeiras: Deola; Cicinho, Thiago Heleno, Henrique e Gabriel Silva; Chico, Márcio Araújo, Marcos Assunção e Patrik; Kleber e Fernandão.
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL);
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Erich Bandeira (PE)
Quarto árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Local: Estádio João Havelange, no Rio de Janeiro (RJ);
Data: 31 de agosto, às 21h50.