Museu da Taquara ganha Associação de Amigos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de março de 2012 as 12:12, por: cdb

Museu da Taquara ganha Associação de Amigos

O Secretário de Cultura e Turismo Gutemberg Cardoso e membros empossados

A manhã de sábado, 24 de março, foi especial na história do Museu do Duque de Caxias, na Taquara. Uma solenidade marcou as comemorações dos seus 40 anos de criação foi realizada em suas dependências e serviu para empossar os membros do Conselho Deliberativo, da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal da Associação dos Amigos do Museu Histórico Duque de Caxias (AMHISCA), recém criado. Josué Félix da Hora, que tomou posse como presidente do Conselho Deliberativo, discursou agradecendo a confiança e falou da dedicação que todos os membros no sentido de trabalharem por sua preservação, ao lado da comunidade e autoridades. Ele e mais 16 membros foram empossados pelo secretário de Cultura e Turismo, Gutemberg Cardoso, entre eles Carlos Alberto dos Santos (diretor Executivo), Hugo Moreira Lima (secretário) e Alfredo Ricardo Costa (presidente do Conselho Fiscal).

A AMHISCA é uma entidade civil sem fins lucrativos, regida por Estatuto aprovado no último dia 17. Os objetivos principais são: projetar o município no cenário estadual, nacional e internacional e promover a figura de Luiz Alves de Lima e Silva, patrono do Município e do Exército Brasileiro. Além disso a entidade busca expandir o acervo do Museu Histórico Duque de Caxias, de acordo com as políticas previamente estabelecidas; auxiliar o programa de processamento técnico, de conservação e restauração, dos acervos museológico, bibliográfico e iconográfico do Museu Histórico Duque de Caxias; bem como apoiar e/ou promover estudos, pesquisas, cursos, conferências, seminários e exposições temporárias e itinerantes sobre assuntos específicos da cultura caxiense. O mandato é por três anos.

Em sua fala, o secretário lembrou algumas iniciativas para aquele importante equipamento público. “O Museu tem grande significado para a cidade e seus moradores. Além de sua importância histórica, ele está instalado em uma região de raríssima beleza, o que é motivo de orgulho para todos nós”, assinalou Gutemberg, depois de parabenizar os membros da Associação. Antes de encerrar seu discurso, destacou uma das iniciativas que tem em mente para o Museu, que é a implantação de uma biblioteca pública no local. “É um grande desafio para nós e que, agora, ganha um novo e importante aliado”. Os contatos com a AMHISCA devem ser feitos através do e-mail moreiralima.uerj@bol.com.br e uhelinton@gmail.com.

No evento, artesãs da comunidade promoveram oficinas de tecidos

Após a posse, o grupo da terceira idade que participa de aulas de ginástica em suas dependências, serviu um café da manhã para os presentes, onde se destacavam, entre outros, o Superintendente de Turismo Daniel Eugênio; a Diretora do Departamento de Patrimônio Histórico e Cultural da Secretaria Gladis Figueira; o Diretor do Museu, Uhelinton Fonseca, o Diretor do Parque Natural da Taquara Marlus Campos; a professora Tânia Curvelo, representando o Conselho Municipal de Cultura; e a Diretora do Instituto Histórico Vereador Thomé Siqueira Barreto, da Câmara Municipal, Tânia Amaro. Em seguida, as artesãs Cynthia Matos e Rita Curvello, representantes da Feira Cultura e Artesanal de Santa Cruz da Serra, promoveram oficinas de técnicas com tecidos, cujos participantes receberam certificados da entidade.

O Museu do Duque de Caxias e da Taquara, criado em março de 1972, está localizado na Avenida Automóvel Clube, quilômetro 54, na antiga Fazenda São Paulo, onde, em 1803, nasceu o marechal Luiz Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, que se tornaria patrono do Exército Brasileiro e da cidade. A sede da fazenda ficava no alto do morro e o local fazia a ligação de duas importantes vilas portuárias: Pilar e Estrela. A região tinha rico cultivo de milho, cana-de-açúcar, mandioca, feijão, frutas, legumes e café. Antes de tornar-se Museu, o empreendimento chamava-se Projeto Parque Nacional Duque de Caxias, envolvendo vários órgãos do Governo Federal. Ali, durante muitos anos, no dia 25 de agosto, data de nascimento do Duque de Caxias, eram realizadas comemorações com salva de tiros de canhão e desfile de equipamentos do Exército Brasileiro. Da solenidade fazia parte também a entrega da Medalha do Mérito Duque de Caxias, pela Prefeitura, a personalidades, autoridades e intelectuais.

O Monumento e o prédio principal foram inaugurados em 1972

O Museu abriga armas, peças e objetos pessoais do Duque de Caxias

Texto: Josué Cardoso

Fotos: Josué Cardoso

Palavras-chave

Museu do Duque de Caxias, Taquara, Associação dos Amigos do Museu Histórico Duque de Caxias, Exército Brasileiro, Avenida Automóvel Clube, Fazenda São Paulo.