Município do Rio ganha reservatório com capacidade para 20 milhões de litros de água

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 26 de junho de 2012 as 09:47, por: cdb

Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – O governo do Rio inaugurou hoje (26) em São Gonçalo, na região metropolitana, o reservatório Marques Maneta, que estava abandonado há 12 anos, com capacidade de armazenar 20 milhões de litros de água. Juntamente com o reservatório entrou em funcionamento o sistema de distribuição de água tratada, que vai ampliar a vazão de 600 para 1.100 litros por segundo.

Para o presidente da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), Wagner Victer, além de resolver um problema histórico de abastecimento no município, o reservatório vai beneficiar a região que abriga o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). “As obras fazem parte de um conjunto de ações em que estamos ampliando em 60% [até setembro deste ano] a produção de água para São Gonçalo. Isso repercute não só para a população do município, mas para todo o entorno do Comperj”, destacou.

O pacote de obras que está ampliando a oferta de água é o maior investimento feito no município, correspondendo a cerca de R$ 150 milhões, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal. Desde o início do ano, a Cedae vem fazendo inaugurações na região. Em janeiro, outro reservatório foi inaugurado, ampliando a capacidade de fornecimento de água tratada.
 
“Só com o aumento da oferta em 30%, o número de reclamações no último verão caiu 87%. É o maior investimento feito em São Gonçalo nos últimos 30 anos”, acrescentou.
 
Ainda como parte do conjunto de obras em São Gonçalo, está prevista a instalação de 1,6 mil hidrômetros e de 75 quilômetros de rede distribuidora de água tratada. 

Edição: Graça Adjuto