Mulher bomba explode ônibus e mata 13

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 5 de junho de 2003 as 09:19, por: cdb

Um ônibus que levava militares no sul da Rússia explodiu próximo à fronteira da Chechênia, matando pelo menos 13 pessoas.

O Ministério da Defesa da Rússia disse que a explosão foi causada por uma mulher que se aproximou do ônibus carregando explosivos. O ministério suspeita que o ataque tenha sido encomendado pelos rebeldes separatistas chechenos.

O ônibus seguia da cidade de Mozdok, na Ossétia do Norte (república russa vizinha à Chechênia), para uma base militar a 6 km do local.

A agência de notícias russa Interfax disse que foram identificados entre os mortos pelo menos cinco pilotos e dois civis.

Mozdok tem sido usada como quartel-general das forças russas que combatem rebeldes separatistas da Chechênia na última década.

Os combates na Chechênia continuam, apesar das tentativas do Kremlin e do governo checheno apoiado por ele de levar paz e estabilidade à região.

Dois atentados a bomba no mês passado mataram pelo menos 78 pessoas, e ataques a ônibus e outros veículos militares se tornaram freqüentes.