MST ocupa latifúndio da Souza Cruz

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de maio de 2003 as 10:28, por: cdb

Desde às 8 horas da manhã desta quarta-feira, mais de cinco mil trabalhadores rurais e urbanos de todo o estado ocupam a Fazenda Boa Vista, área da Souza Cruz na BR 471, Km 8 de Pantano Grande. Os manifestantes permanecem no local até as 13h. A ação faz parte da Jornada de Lutas por Terra, Trabalho e Direitos Sociais, organizada pela CUT/RS, Federações, Sindicatos e Via Campesina.

Com esta jornada os trabalhadores exigem o combate ao latifúndio e à fome. Segundo os organizadores, é inadmissível que uma empresa estrangeira possua milhares de hectares, sem produzir, enquanto existem mais de 17 mil plantadores de fumo sem terra somente na região do Vale do Rio Pardo. “No Rio Grande do Sul, são 120 mil famílias sem terra que vivem no campo. Se os 838 latifúndios gaúchos maiores de 2 mil hectares fossem desapropriados, já seria suficiente para assentar 110.585 famílias”, destaca o dirigente da Via Campesina Paulo Faccioni. “Para vergonha nacional, existem 120 milhões de hectares de terras boas para agricultura e pecuária que não produzem nada, enquanto 56 milhões de pessoas passam fome. O maior latifúndio do planeta pertence a uma construtora do Paraná. É justo que uma construtora, que não produz alimentos, seja dona de 4,5 milhões de hectares? Quase a metade do estado do Sergipe?”.

Os trabalhadores urbanos e rurais também estão mobilizados para defender a criação de mais empregos, o aumento real dos salários e a redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas. Além disso, são contrários à retirada de direitos na reforma da Previdência e defendem o resgate dos direitos perdidos na reforma previdenciária do governo de Fernando Henrique Cardoso.

Ato Público em Santa Cruz

A partir das 14h, os manifestantes começam a se deslocar para Santa Cruz do Sul, onde se encontram com os pequenos agricultores da região que estarão em Assembléia debatendo o preço do fumo. Ás 15h, iniciam uma caminhada do Parque da Oktoberfest até a Praça Central da cidade onde realizam um Ato Público.

Contatos com a Coordenação da Jornada de Lutas:

Quintino Severo – (51) 9964.8789 (CUT/RS)

Milton Viário – (51) 9971.1586 (Federação dos Metalúrgicos)

Guiomar Vidor – (51) 9916.6086 (Federação dos Comerciários)

Darci Rocha – (51) 9914.8146 (Federação da Alimentação)

Juberlei Bacelo – (51) 9998.1423 (Federação dos Bancários)

Juçara Dutra – (51) 9806.4668 (Cpers- Sindicato)

Paulo Faccioni – (51) 9989.1822 (Via Campesina)