MST invade parada militar em Porto Alegre e desfila em frente ao governador

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 7 de setembro de 2001 as 17:51, por: cdb

Assistido pelo governador Olívio Dutra (PT), o vice, Miguel Rossetto, e oficiais das Forças Armadas e da Brigada Militar, o desfile de Sete de Setembro na capital gaúcha teve a participação de manifestantes do Grito dos Excluídos. No momento que tropas da Cavalaria do III Exército iam desfilar, encerrando a parada militar, um grupo de 1,5 mil manifestantes da marcha de protesto ocupou o local do desfile e passou em frente ao palanque das autoridades.

O grupo era integrado pelo MST, CUT, desempregados, catadores de lixo e deficientes físicos, entre outros. Eles foram afastados, sem tumulto, pela Brigada Militar, mas o fato antecipou o encerramento do desfile. O governador Olívio Dutra classificou o fato como “mero incidente sem importância”. O desfile na capital gaúcha começou às 9h30 min e contou com tropas do Exército, da Brigada Militar, do Corpo de Bombeiros e alunos da Escola Militar. Esse ano, um grupo de punks, que tradicionalmente comparece ao desfile para protestar contra o serviço militar obrigatório, não esteve no local.