Mozarildo pede ao Ministério Público que investigue tentativa de contratação de médicos sem concurso em RR 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 as 12:24, por: cdb

Em discurso nesta terça-feira (28), o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) informou que o governo de Roraima abriu processo seletivo para a contratação de 233 profissionais para a Secretaria Estadual de Saúde. O senador disse que o Conselho Regional de Medicina de Roraima (CRM-RR) orientou os médicos do estado a boicotarem o certame, pois defende seleção por meio de concurso público.

De acordo com Mozarildo, que citou reportagens de jornais de Roraima, o processo seletivo é para contratos temporários “sem direitos trabalhistas” como férias, 13º salário e adicionais noturno e de insalubridade. Mesmo com 233 vagas, sublinhou o senador, apenas 23 médicos se inscreveram na seleção.

Para o parlamentar, esses fatos mostram o descaso do governador de Roraima com a saúde pública no estado, atitude que se repete no setor educacional, conforme frisou. Muitos hospitais públicos carecem de profissionais, equipamentos e medicamentos, acrescentou Mozarildo. Ele pediu que o Ministério Público de Roraima investigue esses acontecimentos.

– O governador não prioriza saúde nem educação. Ele não tem honestidade nem competência para dirigir o estado – disse. 

Da Redação / Agência Senado