Mozarildo destaca valores defendidos por Ordem DeMolay 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 21 de março de 2011 as 10:11, por: cdb

Amor filial, reverência pelo sagrado, cortesia, fidelidade, pureza, companheirismo e patriotismo. Esses são os sete princípios que norteiam a atuação da Ordem DeMolay, instituição patrocinada pela Maçonaria e destinada à formação de jovens do sexo masculino dos 12 aos 21 anos. A defesa desses valores, que concorrem para “o engrandecimento da família, da fé e da pátria”, foram ressaltados pelo senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) na sessão especial do Senado, nesta segunda-feira (21), em comemoração ao Dia Nacional DeMolay no Brasil.

Segundo explicou o parlamentar, esse organismo existe no país desde 1980, mas esta é a primeira sessão de homenagem realizada pelo Senado após a aprovação da lei (12.208/10) criando o Dia Nacional DeMolay no Brasil. Dos 205 milhões de membros espalhados por 14 países, mais de 200 mil são brasileiros. Coube ao maçom Alberto Mansur trazer a Ordem para o país, conforme acrescentou Mozarildo, que é autor do requerimento de homenagem.

Se a fraternidade e o companheirismo são vistos pelos DeMolay como diferenciais na vida dos líderes e determinantes para seu destino, a defesa da liberdade religiosa, civil e intelectual orienta sua forma de atuação, sustentou o senador por Roraima. Essa homenagem representa então, ressaltou em seguida, um reconhecimento mais que justo ao trabalho da Ordem pela formação de jovens segundo elevados valores morais e espirituais.

– Se as nossas potências maçônicas investissem só na juventude, já estariam garantidos, com certeza, um país e uma sociedade mais justa, igual e fraterna – declarou Mozarildo ao final de seu discurso.  

Da Redação / Agência Senado