Mosiah Rodrigues fica em 23º no Mundial de ginástica

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 24 de novembro de 2005 as 10:12, por: cdb

Mosiah Rodrigues voltou a falhar no solo e no salto sobre o cavalo e, apesar de ter obtido menos pontos do que na fase de classificação, ganhou uma posição e terminou o Mundial de ginástica como o 23º colocado na prova individual geral, em que os resultados dos seis aparelhos são somados.

Nesta quinta-feira, Mosiah, que se tornou o primeiro brasileiro a chegar à decisão da prova individual geral em um Mundial de ginástica, conseguiu 49,887 pontos. Na fase de classificação, obtivera 51,187, resultado suficiente para deixá-lo na 16ª posição na prova de hoje caso tivesse repetido seu desempenho.

A medalha de ouro e o título de ginasta mais completo do mundo ficaram com o japonês Hiroyuki Tomita (56,698 pontos), que obteve ampla margem de vantagem sobre seu compatriota Hisashi Mizutori (55,349), o segundo colocado. O bronze ficou com o bielo-russo Denis Savenkov (55,112).

Após notas que considerou boas nos três primeiros aparelhos que disputou nesta quinta (9,275 no salto, 8,150 nas barras paralelas e 9,350 na barra fixa), Mosiah caiu sentado em sua segunda acrobacia no solo. Deixou o tablado visivelmente irritado e com nota 8,150.

Na seqüência, se desequilibrou e caiu do cavalo com alças (7,087), uma de suas especialidades. E finalizou sua participação nas argolas (7,875), seu pior aparelho, com uma performance que classificou como “normal”.

Apesar dos erros, o brasileiro se disse satisfeito com seu desempenho. “Eu estava bem nas três primeiras passadas, mas essa vida de seis aparelhos não é fácil. Mas, no geral, fazer essa final foi uma grande vitória. Poderia ter ido melhor, mas não é fácil fazer 12 aparelhos em três dias”.