Mortos por tremor no Paquistão chegam a 87 mil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 8 de novembro de 2005 as 11:08, por: cdb

O governo do Paquistão anunciou que o total de mortos no terremoto que atingiu o país no dia 8 de outubro já chegou a 87 mil pessoas.
A estimativa anterior colocava o total em 74 mil.

Estima-se que 3 milhões de pessoas estejam desabrigadas em decorrência do tremor, e a ONU alertou que o total de vítimas fatais pode aumentar na medida em que se aproxima o inverno na região.

A nova estimativa é resultado do trabalho de equipes de resgate que continuam atuando na região afetada pelo terremoto, que atingiu o nordeste do Paquistão e partes da Caxemira paquistanesa e indiana.

Funcionários do Banco Mundial e do Banco Asiático de Desenvolvimento, trabalhando em conjunto com autoridades locais, encontraram listas de vítimas que até então não haviam sido computadas por estarem em regiões remotas.

A ONU incrementou seus apelos por mais ajuda em dinheiro para construir abrigos para os desabrigados.

A entidade afirma que cerca de 350 mil pessoas continuam sem ter acomodação.

– O que é particularmente difícil na Caxemira é que as pessoas vão começar a congelar até a morte, se não receberem ajuda nas próximas semanas, disse o chefe da área humanitária da ONU, Jan Egeland.

O total de mortos no lado indiano da Caxemira chegou a 1,4 mil, segundo o governo do país.