Morte do filho de Paulo Paixão cancela os compromissos de Felipão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de agosto de 2002 as 07:32, por: cdb

A coletiva que o técnico Luiz Felipe Scolari daria ontem, às 14h, na estréia da nova sede da CBF, para convocar os jogadores que irão atuar contra o Paraguai, no amistoso do dia 21, em Fortaleza, foi cancelada devido à morte do filho do preparador físico da seleção, Paulo Paixão.Alessandro Paixão, de 25 anos, morreu na madrugada desta segunda-feira, em Porto Alegre, vítima de uma parada cardíaca. O treinador nem mesmo saiu do Rio Grande do Sul, mas a convocação está mantida e será feita via fax.A reunião que Scolari faria com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e a entrevista foram adiadas para quinta-feira, às 15h. Como a partida da capital cearense é festiva, é provável que o treinador convoque todos os jogadores penta campeões , mais o volante Emerson, cortado às vésperas da Copa por contusão. O jogo, além de servir como agradecimento à cidade que abrigou a última partida antes da Copa, será uma festa em apoio ao candidato à Presidência Ciro Gomes (PPS/PDT/PTB).