Moradores dos bairros Senhorinha Cairo e Sobradinho receberão Cras

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 26 de março de 2012 as 07:37, por: cdb

Moradores dos bairros Sobradinho, Senhorinha Cairo e localidades vizinhas se reuniram na tarde dessa sexta-feira, 23, para o lançamento do diagnóstico socioterritorial do Centro de Referência de Assistência Social/ Cras Senhorinha Cairo. O evento, realizado na sede da Igreja Assembléia de Deus, contou com a presença do prefeito, Guilherme Menezes, da secretária municipal de Desenvolvimento Social, Nádia Márcia Campos, do vereador Gildásio Silveira, além de outros membros do Governo Municipal.

O levantamento é uma das etapas para a implantação do serviço. Nele, a equipe técnica do Cras visita as famílias para diagnóstico socioeconômico e identifica as redes de assistência social. O prefeito, Guilherme Menezes, falou da importância deste momento: “Foi uma reunião foi muito rica para conhecimento do trabalho e da equipe que vai trabalhar com as famílias do Sobradinho e do Senhorinha Cairo. Os serviços prestados pelo Cras são muito importantes. É uma ótima iniciativa do Governo Federal e de responsabilidade direta do município.

Vitória da Conquista conta, atualmente, com cinco Centros de Referência e Assistência Social. Com a implantação, em breve, de novos Cras, inclusive o que vai atender às famílias do Senhorinha Cairo e Sobradinho, serão oito. A secretária municipal de Desenvolvimento Social, Nádia Márcia Campos, fez uma avaliação do serviço: “Temos alcançado resultados muito positivos em relação ao fortalecimento e à integração das instituições já existentes no bairro. Os Cras têm cumprido com a meta de resolver os casos que vêm surgindo, porque cada família tem um problema, uma dificuldade. Temos realizado ações para ter as famílias fortalecidas.

Os moradores da região ficaram contentes com a escolha da localidade para implantação do novo centro. Para a presidente da Associação de Mulheres dos bairros Senhorinha e Miro Cairo, Juciara Dias, “o Cras é o tipo de serviço que vai ajudar as pessoas e incentivá-las a procurarem ajuda e a viverem melhor em família e em comunidade”. A missionária Verônica Valadão, da Igreja Assembléia de Deus, lembrou que o Cras vai ampliar ainda mais o trabalho de assistência às pessoas da localidade. “A igreja dá assistência, mas não conta com recursos e suporte como os do Cras. O trabalho do centro vai ajudar muito, principalmente no que diz respeito à assistência psicológica.

Além de buscar desenvolver as potencialidades e promover a autoestima, o Centro de Referência e Assistência Social visa o fortalecimento dos vínculos familiar e comunitário.