Moradores do Residencial Padre Pedro Balzi participaram de evento socioambiental

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 23 de março de 2012 as 13:49, por: cdb

A Prefeitura de Teresina, através da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sudeste (SDU Sudeste), promoveu na manhã de sexta-feira (23), evento socioambiental destinado aos 353 moradores do Residencial Padre Pedro Balzi, localizado na zona Sudeste de Teresina. Na oportunidade aconteceu a entrega simbólica de 250 filtros para os moradores que ainda não possuem este equipamento, com o objetivo de evitar doenças causadas pelo consumo de água contaminada. Vale lembrar que este residencial abriga hoje famílias de várias vilas da região que antes conviviam com as inundações dos rios e lagoas próximas das vilas Kalfix, Maria Luiza, Pantanal, Parque do Sol e ainda famílias que moravam em áreas de desmoronamentos como a Vila Ferroviária.

Esta ação faz parte do programa de mobilidade social do projeto Vila Bairro, financiado com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), onde foram gastos R$ 10 milhões com a construção das casas e outros benefícios. A atividade socioambiental realizada por técnicos da Prefeitura de Teresina visa a melhoria da vidade de pessoas que passaram a viver em locais com infraestrutura, evitando que os moradores retornem às áreas de riscos ou para moradias sem condições de serem habitadas. O superintendente da Sdu Sudeste, Paulo Roberto afirma que “estão sendo cumprindas todas as etapas deste importante programa, seguindo as orientações do prefeito Elmano Ferrer”, diz.

Na ocasião aconteceram palestras com temas sobre preservação das unidades habitacionais, mostrando aos participantes a importância de não depredarem as casas, que é um bem conquistado por ele e para eles. Outro tema abordado foi sobre a importância da água tratada, conservação dos filtros e acondicionamento correto de lixo, com o objetivo de prevenir a dengue.

As palestras foram proferidas por Flávia Almeida e Rozéria Matias, assistentes sociais da Prefeitura, que apelaram para as famílias fazerem a tarefa de casa, cuidando e zelando de seus imóveis e da melhor qualidade de vida. “Cuidem deste bem de vocês e vivam com saúde”, disse Flávia.

Das mais de 300 pessoas, idosos, crianças, jovens e donas de casas que participaram do encontro Maria Ribeiro, de 55 anos, disse que não possuía filtro devido sua única renda vir do benefício Bolsa Família. “Não podia comprar um filtro e bebia água direto da torneira. Agora vou cuidar bem deste aqui”, afirmou Maria Ribeiro.

Marcaram presenças ao evento as técnicas da Secretaria Municipal de Planejamento, órgão que executa o projeto Vila Bairros, Conceição Figueiredo, Tatiana Pádua e Regina Leal, que falaram que outras ações serão realizadas para qualificar os moradores e melhorar a qualidade de vida das pessoas