Moda sem preconceito

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 31 de março de 2003 as 19:08, por: cdb

No mundo da moda sempre existem dúvidas e indecisões na hora em que precisamos comprar ou combinar alguma roupa. Isso fica mais evidente quando estamos um pouco acima do peso, se o busto é um número muito grande, quando a perna é curta ou grossa, nada serve ou fica adequado.

Separamos algumas dicas de moda para que essa tortura diminua e você fique mais a vontade com seu corpo.

Gordinhas

Cores escuras emagrecem. Prefira usá-las nas peças maiores, escolhendo algum detalhe mais claro junto ao rosto, para realçar – só uma gola branca já vai dar uma luz ao conjunto.

Cuide muito bem da pele e da maquiagem, chamando a atenção para seu rosto limpo e bem-tratado.

Se o seu decote for bonito – geralmente as gordinhas têm colo charmoso e sensual – explore. O decote deve estar além da moda, você escolherá o que ficar melhor para você. Evite as roupas justas, de muitas cores. Tecidos brilhantes também desfavorecem as gordinhas, aumentando o volume do seu corpo.

Prefira as malhas lisas, duplas, com certa elasticidade, aquelas com que você se senta e se levanta sem que deformem. As malhas caneladas marcam muito, melhor fugir delas.

Tente se acostumar a andar sempre de salto, os de tamanho médio, mas confortáveis – alongar a silhueta é um ótimo artifício para torna-la um pouco mais magra.

Desista daquelas batas de grávida, que muitas gordinhas usam para “disfarçar” o corpo. Pelo contrário, chamam atenção para uma figura que fica disforme, sem sensualidade, e graça.

Seios Grandes

Escolha bem os sutiãs, que devem ser anatômicos, dando boa sustentação aos seios. Os decotes de formato quadrado são os mais indicados, porque valorizam o colo sem aumentar o volume dos seios – evite os decotes profundos, em forma de “V”.

O decote ombro a ombro, reto, também funciona bem para disfarçar o excesso de busto. A ordem é alongar a silhueta, deixa-la mais leve – mas não com tecidos finos, como o jérsei, que aderem ao corpo e engordam. Nada mais volumoso deve ser usado, como grandes colares e golas. O colo deve estar “limpo”.

Se você tem seios demais, e isso está lhe causando problemas sérios – é a postura que fica caída, ou o ombro massacrado pela alcinha do sutiã -, considere a possibilidade de fazer uma lipoaspiração. Hoje as técnicas estão mais aperfeiçoadas, e não custam tão caro assim. Procure sempre o melhor médico que puder e pergunte tudo antes de decidir.

Barriguinha Indiscreta

Use e abuse dos blazers, sempre um pouco mais compridos, até a altura dos quadris. Vista-os sem abotoar, sobre a camisa, e prefira aqueles de cintura mais alta. Todas as peças que alonguem o tronco e suavizem essa passagem para as pernas podem ser aliadas, na luta tão freqüente para se esconder a barriguinha.

Não use cintos. Eles dividem a silhueta, apertam, chamam atenção exatamente para uma área do corpo que você deseja esconder. Escolha as roupas de “boa caída”: crepes, gabardines, tecidos mais pesados, que mantêm certa consistência, aderindo ao corpo sem marcar gordurinhas. As melhores saias são as semi-evasês, que devem estar bem assentadas no corpo – são geralmente um número acima do seu. Examine a possibilidade de fazer retoques na peça, evitando comprar o número “certo”, que pode ficar muito justo e, em vez de camuflar, acentua a barriguinha.

Perna Muito Grossa

O melhor comprimento das saias é na altura do joelho. Não use sapato muito fechado, ou o tornozelo ficará enorme.

Calça comprida é o básico, de preferência a reta, um pouco mais justa. Saias longas também funcionam bem. Nunca use meias-claras, que aumentam muito o volume das pernas – prefira sempre escuras.

Pouco bumbum use saias e calças mais justas. Os cintos também serão bem-vindos, já que dividem a silhueta e marcam melhor a diferença entre o tronco e o bumbum – que assim “aparece” mais.

Os tecidos de stretch também valorizam a área. Vista ainda malhas elásticas, de preferência claras, que aumentam a su