Moda primavera não chega em boa hora

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 17 de março de 2003 as 14:18, por: cdb

A primavera já chegou às lojas e butiques norte-americanas com várias e novas tendências para atrair o público comprador, mas, nestes tempos bicudos, será preciso mais do que moda para convencer os consumidores a abrir suas carteiras.

“O ambiente fraco, a situação geopolítica confusa, o temor do desemprego e a situação econômica geral, isso tudo é mais forte do qualquer outra coisa”, disse o analista Todd Slater, da Lazard Freres.

Minissaias, transparências em tops, surfwear e tonalidades em rosa claro aparecem em lojas espalhadas pelos Estados Unidos, mesmo onde ainda está frio demais para usá-las. Também não faltam camisas polo e calças cargo.

Talvez tudo isso seja novidade suficiente para se contrapor à tendência camponesa do ano passado. Mas será que os consumidores vão comprar?

“Só porque a micro-minissaia é a moda do momento, isso não quer dizer que as mulheres vão jogar fora suas outras saias. O consumidor reconheceu que a moda já não é grande prioridade de gastos para ele”, disse Marshall Cohen, chefe de pesquisas de moda do NPD Group, que faz pesquisa de mercado.

A economia fraca, a possível guerra no Iraque, os alertas de terror e as condições climáticas desfavoráveis estão prejudicando empresas de moda no varejo como Gap e Limited Brands, entre outras.

Mas a maioria está aliviada pelo fato de uma nova temporada estar começando. Na semana passada a direção da Talbots disse que 2002 foi ainda mais complicado e difícil do que 2001, lembrado pelos ataques de 11 de setembro e seus péssimos efeitos sobre a indústria.

Para Slater, os visuais propostos pelas novas tendências de primavera devem ser bem recebidos sobretudo pelos adolescentes, menos afetados por preocupações econômicas e políticas.

As cadeias de lojas teen Hot Topic e Pacific Sunwear, que têm respectivamente imagens ligadas à música e à praia, têm apresentado bons resultados constantes, mesmo em meio à tendência generalizada de queda.