Mobilização pela convivência com o semiárido reúne agricultores(as) cearenses

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 23 de março de 2012 as 14:54, por: cdb

Ontem, em Fortaleza, no Ceará, “Queremos cisternas de placa!” foi aprincipal palavra de ordem da mobilização pela convivência com o semiárido, quereuniu na quinta-feira (22), mais de 1500 pessoas na av. Bezerra de Menezes.

 

A partir das 7h agricultores e agricultoras vindos de todo o Cearáparticiparam de ato público, onde caminharam da igreja São Gerardo até aSecretaria do Desenvolvimento Agrário do Estado. Na ocasião também foicomemorado o encerramento da semana das águas como celebração do direito doacesso à água, conquistado pelas famílias com a convivência com o semiárido.

 

As metodologias e eficiência de ambos os projetos estão testadas eaprovadas pelos agricultores. Raimundo Oliveira é um dos inúmeros exemplosdisso. Agricultor de Tauá, ele tem tanto a cisterna de água de beber como a deágua de produzir. Para ele, as mudanças foram grandes: a água potável dacisterna de placas representa a saúde que veio para sua família. Já a água deprodução foi a realização de um sonho, pois só então ele pode cultivarhortaliças. “Hoje já tenho até um ponto no mercado, onde todo dia vou venderminhas verduras, melhorou muito a renda depois dessa cisterna calçadão”,explica ele.

 

Após a mobilização, às 14 horas, aconteceu uma reunião com o secretário doDesenvolvimento Agrário do Ceará (SDA), NelsonMartins, na qual estiveram presentes a coordenação do Fórum Cearense pela Vidano Semiárido e representantes de cada uma das microrregiões.

 

Fonte: Cetra