Missão do FMI recomenda aprovação de revisão do acordo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 3 de fevereiro de 2005 as 19:22, por: cdb

A missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) que está no Brasil irá recomendar à diretoria da instituição que aprove a última revisão do acordo do país.

A informação foi dada pelo chefe da missão, Charles Collyns, após reunião com o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles.

– Retornaremos a Washington e recomendaremos a aprovação da décima e última revisão do programa – afirmou Collyns a jornalistas.

Ele reiterou que sua equipe ficou “muito satisfeita” com a performance da economia brasileira e destacou o progresso feito nas reformas estruturais.

– Estamos muito satisfeitos com o progresso feito na área de reformas estruturais nos últimos meses e com o fato de que o governo continua a avançar com uma agenda muito ambiciosa de reformas – afirmou Collyns. – Essa agenda) é muito importante para sustentar o bom desempenho do Brasil.

A aprovação da última revisão do acordo liberará ao país uma parcela de 1,4 bilhão de dólares em financiamento, mas o governo já anunciou que, mais uma vez, não pretende sacar os recursos.

Apesar de dispensar os recursos do FMI no momento, o governo ainda não descartou a possibilidade de renovar o acordo com o Fundo. O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, reafirmou nesta quinta-feira, ao deixar o ministério, que uma decisão sobre o assunto só será tomada em março.

A missão do FMI chegou a Brasília na última semana e deve concluir nesta quinta-feira as reuniões com representantes do governo.