Ministros são vaiados em congresso da CUT

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de junho de 2003 as 15:15, por: cdb

Os ministros do Trabalho, Jacques Wagner, e da Secretaria Geral da Presidência, Luiz Dulci, foram vaiados nesta quarta-feira durante o 8º Congresso Nacional da CUT (Central Única dos Trabalhadores).

Ambos foram vaiados pela platéia ao serem anunciados para discursar. No caso de Wagner, os protestos continuaram durante seu pronunciamento, especialmente quando mencionou o aumento do salário mínimo e a reforma da Previdência.

O ministro do Trabalho defendeu a proposta de reforma encaminhada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva que, segundo ele, “não irá precarizar ou empobrecer a classe trabalhadora”.

Wagner também reafirmou o lançamento do programa Primeiro Emprego, na última semana de junho, e a instalação do fórum trabalhista, em julho.

Na última terça-feira, o ministro da Previdência, Ricardo Berzoini, a prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, e o presidente do PT, José Genoino, foram vaiados na abertura do congresso, que acontece no Anhembi, em São Paulo.