Ministro parabeniza montenegrinos por plebiscito

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 23 de maio de 2006 as 11:02, por: cdb

O ministro de Assuntos Exteriores de Sérvia e Montenegro, Vuk Draskovic, parabenizou, nesta terça-feira, os cidadãos montenegrinos por sua decisão sobre a independência no plebiscito de domingo.

Depois de uma reunião com Miroslav Lajcak, o enviado especial da União Européia (UE) para o plebiscito montenegrino, Draskovic informou que Belgrado divulgará sua reação oficial assim que forem apresentados os resultados definitivos da consulta.

A declaração de Draskovic é a primeira reação de um alto funcionário de Belgrado após a decisão de Montenegro de se separar do Estado comum com a Sérvia.

Segundo as agências sérvias, Draskovic assegurou que independentemente dos resultados oficiais definitivos “nada poderá deteriorar as boas relações entre os povos irmãos”.

Lajcak disse que o processo do plebiscito foi “neutro, legítimo e democrático”, e ressaltou que os líderes das duas correntes montenegrinas –  a separatista e a defensora da união com a Sérvia – mostraram grande maturidade e responsabilidade política.

A Comissão Eleitoral Central de Montenegro confirmou hoje a vitória dos separatistas no plebiscito de independência de domingo.

Segundo o resultado final ainda preliminar, a opção pela independência obteve 55,5% dos votos, o suficiente para ultrapassar o mínimo de 55% imposto pela UE para reconhecer o novo Estado.

O resultado oficial definitivo será anunciado ao término do prazo para apresentar queixas à Comissão eleitoral e aos Tribunais.

O presidente da Sérvia, Boris Tadic, e o primeiro-ministro, Vojislav Kostunica, emitiram um comunicado na segunda-feira à noite anunciando que se pronunciarão sobre a decisão dos montenegrinos hoje, após uma reunião com Lajcak.