Ministro Gil assina nesta segunda convênio com a PUC-Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 21 de junho de 2003 as 11:32, por: cdb

Nesta segunda, a PUC-Rio receberá a visita do Ministro da Cultura, Gilberto Gil, para firmar um acordo de cooperação entre diversos órgãos públicos e a Universidade.

Com o sucesso do projeto “Estudo da Cadeia Produtiva da Economia da Música no Rio de Janeiro”, realizado pela Incubadora Cultural Gênesis, o governo e outras instituições ligadas à cultura decidiram selar o desenvolvimento de novos estudos nas áreas de Design, Indústria Gráfica, Editorial e Audiovisual.

Os convênios serão assinados em uma cerimônia que acontecerá às 15h na Sala do Conselho Universitário, que fica no segundo andar do prédio Kennedy, na PUC.

Além do Ministro da Cultura, estarão presentes no evento o Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Rio de Janeiro, Tito Ryff, o Diretor Superintendente do Sebrae do Estado, Paulo Maurício Castelo Branco e o Reitor da PUC-Rio, Padre Jesus Hortal Sánchez, além dos representantes dos órgãos públicos envolvidos no acordo.

Na ocasião, a Universidade assinará convênios com o Ministério da Cultura, Escritório Central de Arrecadação e distribuição (ECAD), Associação Brasileira dos Produtores de Discos (ABPD), EDUCARE, PRODERJ, Sindicato das Indústrias Gráficas da Cidade do Rio de Janeiro, Associação Brasileira da Indústria Gráfica Regional do Rio de Janeiro. Além da secretaria de Estado, de Desenvolvimento Econômico e de Turismo do Rio de Janeiro.

Entre os diversos projetos que serão desenvolvidos pelos órgãos, estão: a realização de estudos para incentivar a modernização do parque gráfico do Rio de Janeiro, a criação e manutenção de um portal de Internet com o catálogo de produtores da indústria fonográfica do Estado, a criação de um curso para formação de empreendedores na área musical e a criação de um software para ensino à distância na mesma área.

Estudo da Cadeia Produtiva da Economia da Música no Rio de Janeiro

O Plano de Desenvolvimento da Economia da Música, iniciado em outubro do ano passado, representou uma iniciativa inédita no setor de Economia da Cultura. O estudo foi desenvolvido para trazer uma visão da indústria da música como uma cadeia produtiva interligada a muitas outras atividades.

Através dele será possível sustentar ações mais efetivas, que busquem oferecer para o povo brasileiro mais oportunidades de trabalho no setor. A análise da Cadeia Produtiva da Música é feita por profissionais de diversas áreas, através de pesquisas, redação e compilação dos dados. O trabalho é acompanhado desde a produção, distribuição, comercialização até o momento de consumo.