Ministro garante que ninguém precisa correr para se aposentar

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de fevereiro de 2007 as 17:30, por: cdb

Trabalhadores prestes a se aposentar não precisam acelerar o processo por temer uma possível reforma previdenciária. Quem alertou foi o ministro da Previdência Social, Nelson Machado, durante cerimônia de instalação do Fórum Nacional de Previdência Social, em Brasília.

– Nenhuma reforma previdenciária desrespeita os cidadãos. Não há chance nenhuma de uma proposta ser aprovada em ambiente democrático e não respeitar o direito adquirido -, afirmou o ministro.

– Não há necessidade de correr para a aposentadoria -, alertou.

Machado também afirmou que estão garantidos os benefícios dos trabalhadores que só vão se aposentar futuramente e disse que “aão é possível entrar na máquina do tempo e voltar atrás no planejamento de vida feito de acordo com certa regra previdenciária”.

Outra garantia dada pelo ministro é de que o Fórum não venderá o sistema previdenciário para a iniciativa privada.

– Não passa pela nossa cabeça a mais remota hipótese de privatizar a Previdência brasileira -, disse.

Machado citou como antiexemplos a Argentina e o Chile, que privatizaram e agora estudam a reestatização. Está mantido, segundo Machado, o sistema tripartite, em que participam do financiamento o trabalhador, o patrão e o governo, responsável por administrar o benefício.

Machado também afirmou que não há razão para promover mudanças na Previdência no curto prazo, porque sua situação orçamentária e fiscal não fugirá ao controle.

– Temos um amplo repertório de medidas de gestão já adotadas e por adotar que permitirão esta trajetória -, disse.

Segundo ele, caberá ao Fórum fazer análises e encaminhamentos a longo prazo.