Ministro espanhol admite que investigação não vincula ETA ao atentado

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 30 de março de 2004 as 04:29, por: cdb

O ministro do Interior da Espanha, Angel Acebes, admitiu 18 dias depois dos atentados de Madri, que nenhum indício das investigações vincula o grupo separatista ETA aos ataques que provocaram 190 mortes. A afirmação, feita ao jornal espanhol ‘ABC’, contraria o que Acebes defendeu durante três dias após os atentados.

Ao ser perguntado se haveria algum indício que ligasse o ETA aos atentados, o ministro disse:

– Na investigação, nenhum.

Entretanto, Acebes insiste que não mentiu em nenhum momento aos espanhóis sobre as pistas que eram investigadas para esclarecer a autoria dos atentados realizados contra quatro trens na periferia de Madri.

Sobre uma possível falha do Estado nos ataques de 11 de março, Acebes disse que ‘o terrorismo islâmico é de grande complexidade’ e negou qualquer erro dos serviços de inteligência.