Ministro defende aprovação de projeto que cria a Timemania

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 18 de novembro de 2005 as 13:03, por: cdb

O ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, espera que o Projeto de Lei que cria a loteria Timemania, seja votado no Plenário da Câmara na semana que vem. A proposta tramita em conjunto com projeto semelhante (PL 5541/05), apresentado pelo Poder Executivo.

Agnelo reuniu-se nesta sexta-feira com o presidente da Câmara, Aldo Rebelo, e disse que está tentando construir um entendimento com os líderes partidários para garantir a aprovação do projeto. Segundo o ministro, o único ponto de grande divergência entre os parlamentares é a obrigatoriedade de os clubes se transformarem em empresas.

– Já está maduro todo o debate sobre a Timemania. A divergência está bem localizada e pode ser debatida e votada no próprio Plenário – disse.

Dívidas

De acordo com a proposta, os clubes vão ceder o direito de uso de suas marcas para a divulgação e execução da loteria. Em troca, receberão recursos para o pagamento das dívidas que têm com o governo.

Agnelo Queiroz explicou que os times só vão receber diretamente suas participações na loteria depois que as dívidas estiverem quitadas. O ministro avalia que o projeto de lei é a única saída para muitos clubes de futebol conseguirem sanear suas contas, principalmente os da segunda e terceira divisões. Ele estima que, depois de aprovada a proposta, a Caixa Econômica Federal levará cerca de cinco meses para colocar a Timemania em operação.