Ministro britânico admite que Iraque não utilizou armas químicas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 26 de março de 2003 as 11:33, por: cdb

O ministro britânico da Defesa, Geoff Hoon, disse nesta quarta-feira que não há qualquer prova de utilização de armas de destruição em massa por parte do Iraque durante a guerra. “Mas é impossível saber se isto é o resultado das operações militares bem sucedidas por parte das forças da coalisão, ou de uma decisão tática deliberada do regime iraquiano”, acrescentou o ministro, que falava na Câmara dos Comuns.

Hoon anunciou, no entanto, que os especialistas da coalizão já começaram a investigar instalações potenciais de armas nas zonas sob controle dos aliados. O ministro afirmou também que o regime iraquiano perdeu, de fato, o controle do sul do Iraque. “O porto de Umm Qasr, a Península de Faw e os poços de petróleo ao Sul do país se encontram sob controle da coalizão”, acredita o ministro.

– Nossos esforços vão se concentrar agora no apoio aéreo às forças terrestres que avançam para Bagdá – acrescentou.