Ministro belga não se desculpa com Kuznetsova

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 18 de janeiro de 2005 as 11:21, por: cdb

O ministro belga de Esportes, figura central no escândalo de doping envolvendo a campeã do Aberto dos EUA Svetlana Kuznetsova, recusou-se, na terça-feira, a pedir desculpas por anunciar que a tenista tinha sido flagrada em um exame no país.

– Nunca vou pedir desculpas – disse à Reuters por telefone Claude Eerdekens, ministro de Esportes do governo para a comunidade de língua francesa.

Nesta segunda-feira, Eerdekens divulgou um comunicado dizendo que Kuznetsova havia sido flagrada pelo uso de efedrina em um exame realizado durante um torneio de exibição na Bélgica realizado em dezembro. A Associação das Tenistas Profissionais (WTA) anunciou mais tarde que Kuznetsova havia sido liberada da acusação porque o torneio era apenas de exibição.

O chefe da WTA, Larry Scott, solicitou um pedido de desculpas de Eerdekens por sua acusação equivocada, mas o ministro afirmou que não tomará tal atitude.

– Se este é o conceito do esporte em alto nível, há algo podre no mundo do esporte – disse ele.