Ministro alemão diz que casal detido agia “por conta própria”

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 8 de setembro de 2002 as 10:00, por: cdb

O ministro do Interior da Alemanha, Otto Schily, afirmou neste sábado que o casal preso na sexta-feira, acusado de planejar um atentado para lembrar o aniversário dos ataques de 11 de setembro, agia aparentemente “por conta própria”.

O turco Osman Petmezci e sua namorada americana, Astrid Eyzaguirre, foram detidos pela polícia alemã na cidade de Heidelberg, sede do posto de comando europeu do Exército dos Estados Unidos.

As autoridades realizaram uma busca no apartamento do casal e encontraram cinco bombas, 130 quilos de explosivos e fotos de Osama Bin Laden.

A polícia alemã acredita que Astrid e Petmezci pretendiam explodir as bombas nas instalações militares de Heidelberg, mas não há nenhuma pista que relacione o casal a organizações terroristas.

Denúncia

As autoridades também encontraram livros sobre o islamismo e um manual para a fabricação de bombas no apartamento do casal.

De acordo com a polícia alemã, Astrid disse a uma amiga que ela deveria ficar longe do supermercado da base militar americana, onde as duas trabalhavam, nos próximos dias.

A colega de Astrid denunciou a conversa aos oficiais da base militar, que alertaram as autoridades alemãs.

A polícia afirma que Petmezci, funcionário de uma fábrica de produtos químicos, era um “muçulmano radical” e “odiava americanos e judeus”.

No entanto, vizinhos dos dois acusados descreveram a dupla como um casal “normal e amigável”.