Ministrérios da Saúde e Educação ficam na mão do PT

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 20 de dezembro de 2002 as 11:42, por: cdb

O vice-presidente eleito, José Alencar, confirmou na manhã desta sexta-feira os nomes de dois futuros ministros no governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo Alencar, Cristóvam Buarque (PT-DF) e Humberto Costa (PT-PE) são certos nos ministérios da Educação e da Saúde, respectivamente, o que aumenta a presença do PT no governo de Luiz Inácio Lula da Silva.

Buarque, ex-governador do Distrito Federal e senador eleito, foi reitor da Universidade de Brasília (UnB), enquanto Humberto Costa é médico e vereador em Recife. O secretário executivo do diretório de Minas Gerais do PT, Carlos Calazans, afirmou que as indicações já eram esperadas.

– São duas indicações já aguardadas por nós, já anunciadas pelo presidente com antecedência, internamente no PT. Já vínhamos com essa expectativa – afirmou.

Obrigado a fazer uma série de remanejamentos de última hora na composição do Ministério para acomodar o PMDB, o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva adiou mais uma vez o anúncio de sua equipe completa, que estava previsto para esta sexta-feira. Agora, deverá divulgar os nomes de apenas três ou quatro ministros.

Os três principais ministérios da área social ficarão nas mãos de petistas: o senador eleito e ex-governador do Distrito Federal Cristovam Buarque na Educação, o ex-deputado Humberto Costa na Saúde e o deputado Jaques Wagner no Trabalho. Costa e Wagner perderam, respectivamente, as eleições para os governos de Pernambuco e da Bahia.

Lula oficializou ontem a nomeação de mais um ministro, o criminalista Márcio Thomaz Bastos, apresentado como futuro titular da pasta da Justiça em cerimônia na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).