Ministra diz que irá combater a pobreza com método brasileiro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 30 de maio de 2003 as 02:52, por: cdb

A ministra de Assistência e Promoção Social, Benedita da Silva, defendeu a participação da Escola Superior de Guerra (ESG) no planejamento e na elaboração de estratégias de combate à pobreza no país. Ela defende a iniciativa do governo Lula de criar uma rede de proteção às famílias de baixa renda no país.

– Somos um país de pessoas inteligentes e haveremos de produzir um método brasileiro de combate à pobreza. E, neste sentido, a ESG tem um papel fundamental na inclusão social. O nosso desafio é este: dar trabalho, educação e cultura para todos os brasileiros.

A ministra participou da palestra na ESG cujo tema foi “A política Nacional de Assistência e Promoção Social”, na qual afirmou:

– Somos um país inteligente em planejamento e estratégia. O problema é que não sabemos ainda aproveitar o potencial que temos. Mas o que tem que ficar claro é que não podemos falar em políticas públicas sem levarmos em conta o planejamento estratégico .

A ministra disse que o tráfico de drogas não é a causa da violência, mas a conseqüência.

– É só escutar as letras de funk e de hip hop. Olhar as meninas grávidas aos 14, 15 anos e já avós entre os 29 e 35 anos. Como retirar os meninos do tráfico e da violência é o desafio e este desafio exige mais do que a lei o completou a ministra.

Ainda na avaliação da ministra, a violência é um grave problema social e o resultado da situação do país.

– Mas essa violência também pode ser sintetizada pelo abuso da força e a arbitrariedade (da polícia). Grande parte dos movimentos agressivos dos jovens advém daí. Ninguém nasce marginal ou violento. Nasce criança.