Ministério Público denuncia Gugu Liberato

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 4 de novembro de 2003 as 20:57, por: cdb

O Ministério Público de São Paulo apresentou denúncia nesta terça-feira contra o apresentador do SBT Gugu Liberato pela veiculação de uma reportagem, em seu programa Domingo Legal, na qual falsos integrantes da facção criminosa Primeiro comando da Capital (PCC) faziam ameaças a autoridades públicas daquele estado e jornalistas. Se condenado, o  apresentador pode pegar de um a cinco anos de prisão.

A denúncia se refere ao descumprimento dos artigos 16 e 18 da Lei de Imprensa (divulgar notícia falsa que cause perturbação da ordem social e que implique em crime previsto na lei) e ao artigo 147 do Código Penal (ameaça). A denúncia foi feita pela promotora Ana Gabriela Caetano Visconti, de Osasco, na Grande São Paulo.

Também foram denunciados o chefe de reportagem Wagner Mafezolli, o produtor Rogério Casagrande, o produtor Hamilton Tadeu dos Santos, o Barney, e os atores Wagner Faustino da Silva, o Alfa, e Antônio Rodrigues da Silva, o Beta. O diretor do programa, Maurício Nunes, que também havia sido indiciado no inquérito, foi citado na denúncia apenas como testemunha.