Microsoft quer criar programas compatíveis com humor do usuário

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 30 de maio de 2006 as 13:25, por: cdb

O centro de pesquisas da Microsoft pretende desenvolver um computador com programas que possam “ler” como o usuário está se sentindo. Pequenos sensores acoplados à cabeça do usuário medirão os impulsos elétricos no cérebro. De acordo com o site <i>Business Journal</i>, o programa interpretará o sinais para determinar o humor do usuário.

O objetivo do programa é se adaptar ao estado mental do usuário, explicou Disney Tan, da Microsoft Research. Se o computador reconhece que o usuário está estressado pelo excesso de visual na tela, por exemplo, poderá limitar a quantidade de alertas de email recebidos.

Tan, que trabalha em Redmond, demonstrou o sistema na Microsoft TechFest, em março, e vê um grande potencial na criação de programas que automaticamente se adaptem ao humor e hábitos do usuário. Outra possibilidade seria usá-los como ferramenta de diagnóstico para avaliar como consumidores reagem a programas de computador ou videogames.

Como a perspectiva de ter vários sensores pendurados na cabeça antes de se sentar na frente do computador não é muito agradável, Tan pretende experimentar com fones de ouvido, headsets ou mesmo descansos de cabeça na cadeira ajustados para medir as ondas cerebrais.