Microsoft modifica acordo para se livrar de ações judiciais

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de dezembro de 2001 as 03:12, por: cdb

A Microsoft decidiu fazer algumas alterações no acordo proposto para pôr fim às mais de 100 ações judiciais que a desenvolvedora enfrenta atualmente. A iniciativa, de acordo com a empresa de Bill Gates, tem o objetivo de responder algumas críticas geradas pelo acordo anterior.

Com as correções, a desenvolvedora incluirá os aspectos de treinamento ao modelo original, que visa abastecer mais de 14 mil escolas de baixa renda nos EUA com software e computadores durante os próximos cinco anos. A nova medida fará com que os alunos tenham um conhecimento mais técnico dos produtos da desenvolvedora.

A companhia apresentou as alterações do acordo ao juiz J. Frederick Motz, numa audiência que teve início em Baltimore hoje pela manhã. As mudanças não alteram o valor estipulado anteriormente no pacto, nem as doações de software.

Pelo acordo, que está totalmente desvinculado ao pacto firmado com o Departamento de Justiça americano e nove estados no caso antitruste, a Microsoft terá que doar cerca de US$ 1 bilhão em software e serviços para escolas carentes.