Microsoft lança programa contra pirataria de CD

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 21 de janeiro de 2003 as 00:39, por: cdb

A Microsoft lançou um novo programa de computadores para ajudar a indústria musical a combater a pirataria de CDs.

A novidade, chamada de Windows Media Data Session Toolkit, permite que gravadoras coloquem músicas em um CD à prova de cópias, que pode ser tocado tanto no aparelho de som quanto no computador.

A indústria da música tem experimentado diferentes tecnologias para combater a cópia não autorizada de CDs, mas muitas não se mostraram eficientes ou têm perturbado os consumidores.

A Microsoft afirma que o seu programa foi adotado pela MPO, a maior fabricante independente de CDs do mundo.

Queda nas vendas

A empresa diz que a novidade vai ser adotada pelas gravadoras Universal e EMI.

As gravadoras estão cada vez mais preocupadas com a pirataria, culpando a troca de arquivos musicais pela internet pela redução de suas vendas.

Em todo o mundo, as vendas de CDs caíram 9,2% no ano passado, enquanto nos Estados Unidos a redução foi de 11%.

“Estamos falando em centenas de milhões de arquivos musicais não autorizados sendo compartilhados em todo o mundo por um clique de mouse”, disse Jay Berman, presidente do organismo de comércio desse setor, o IFPI, durante o Midem (Mercado Internacional do Disco e da Edição Musical), a maior feira fonográfica mundial, cuja 37ª edição está sendo realizada em Cannes, na França.

A indústria do disco tem procurado programas para controlar o acesso à música, mas até agora muitos CDs à prova de cópias são feitos de tal maneira que não podem ser tocados em computadores, mas freqüentemente eles também não podem ser ouvidos em walkman e no carro.