Microsoft deve aderir a programas de desenvolvimento de software brasileiro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de agosto de 2001 as 17:01, por: cdb

“Um evento fundamental para a área de Tecnologia da Informação no Brasil”. Este foi um dos pontos principais do dicurso do Ministro da Ciência e Tecnologia, Ronaldo Sardenberg, durante a cerimônia de abertura da edição 2001 da Comdex/Sucesu, nesta terça-feira. Para reforçar seus argumentos, o Ministro citou a Microsoft como uma das multinacionais dispostas a criar a sinergia para a pesquisa, destacando os investimentos da empresa de Bill Gates em programas para dsenvolvimento de software embutido no Brasil.

“Na semana passada, o presidente da Microsoft Corporation afirmou que terá participação em dois programas do MCT na área de informática: o Programa Residência em Software e o Programa de Estímulo à Produção de Embedded Software”, destacou Sardenberg.

O ministro revelou, durante seu discurso, que cerca de R$ 1 bilhão serão adicionados à área de Tecnologia da Informação através da arrecadação dos diversos fundos setoriais existentes para financiamento da pesquisa científica e tecnológica.

“Nosso objetivo é equilibrar a balança comercial. Para isso estamos apostando em programas que visam inovações e estimulam a produção local como, por exemplo, o Inovar, um programa que estimula a captação de capital de risco e a Lei de Inovações”, enfatizou o ministro.

Ronaldo Sardenberg citou ainda o portal de software que será conectado à rede de embaixadas do Ministério de Relações Exteriories, com o objetivo de divulgar o trabalho e conhecimento brasileiro na área de software.