Microsoft desmente acusações de favorecimento

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 6 de setembro de 2001 as 14:31, por: cdb

Em comunicado divulgado pela Microsoft Brasil, a subsidiária brasileira da empresa de Bill Gates rebateu oficialmente todas as acusações de que teria sido beneficiada pelo governo federal em edital de licitação para compra de 290 mil computadores contendo o sistema operacional Windows. Os computadores, que serão usados para o programa internet escolar, fazem parte da licitação conjunta entre o MEC e a Anatel.

A Microsoft afirma ainda em sua nota oficial que o advogado Marco Antônio Souza, irmão do ministro da Educação, Paulo Renato, ao contrário do que possa ter sido divulgado, nunca foi funcionário da companhia. A nota oficial, informa também que Marco Antônio Souza foi advogado da Business Software Alliance (BSA) – entidade internacional de proteção aos direitos autorais na área de software e que congrega mais de 30 empresas em todo o mundo – até 1997.

“A Microsoft condena o uso leviano, sensacionalista e irresponsável de uma notícia mentirosa, que só vem a servir aos interesses de indivíduos que pouco estão preocupados com a qualidade da educação no país”, afirma o comunicado.

A subsidiária brasileira também aproveita o comunicado para atacar possíveis concorrentes que estariam por trás da polêmica. “A Microsoft repudia a atitude covarde e desesperada dos concorrentes que,após amplas discussões em âmbito nacional, perderam a competição para o fornecimento de software para as instituições brasileiras de ensino médio e fundamental.”

Esses ataques, inclusive, acabam também mirando no PT e PCdoB. Para a companhia norte-americana, “retornam à cena (política) velhos interesses que outrora relegaram o Brasil à reserva de mercado de informática”.

A Microsoft afirmou na nota que “esses indivíduos” escondem da população brasileira os benefícios do sistema operacional Windows, como por exemplo, o argumento da companhia de que a economia proporcionada pelo sistema operacional é 10 vezes superior ao seu custo.