Michel Platini é eleito presidente da Uefa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 26 de janeiro de 2007 as 11:04, por: cdb

O ex-jogador francês Michel Platini foi eleito novo presidente da Uefa ao derrotar o sueco Lennart Johansson, que tentava a reeleição.

Platini obteve a maioria absoluta no primeiro turno ao conseguir 27 votos, contra 23 para Johannson e dois votos nulos.

Após a eleição, Platini agradeceu a todos aqueles que o apoiaram durante a campanha e pediu ao congresso que elegesse por aclamação Johansson como presidente de honra da entidade.

Na última semana, a campanha pela Presidência da Uefa esquentou após algumas declarações de Platini, interpretadas por Johanssoncomo ataques pessoais.

Além disso, o discurso do presidente da Fifa, Joseph Blatter, a favor de Platini – primeiro através de declarações na imprensa e depois em discurso durante o congresso da Uefa – tinha incomodado visivelmente o sueco.

A chegada de Platini, de 51 anos, à Presidência da Uefa representa uma mudança de geração. Os planos do ex-jogador francês apontam para uma série de reformas favoráveis aos países pequenos.

Em seu discurso após a vitória, Platini disse que trabalharia pelas grandes e pequenas nações, pelos grandes clubes e pelos anônimos e que se esforçaria pela modernização do futebol.

A derrota de Johansson é a primeira sofrida por um presidente em exercício da Uefa que concorre à reeleição. Na Fifa, um caso similar só aconteceu quando o brasileiro João Havelange derrotou o britânico Sir Stanley Rous, então presidente, em 1974.

Espanha e Alemanha eram os grandes articuladores da reeleição de Johansson e se esforçaram até o último momento para convencer as delegações indecisas a votar no sueco que, aos 77 anos, tentava permanecer por mais quatro anos no cargo.

No congresso de hoje também foi decidido realizar um estudo de viabilidade para ampliar para 24 o número de equipes que participam da Eurocopa e uma reforma dos estatutos que agora incluirão, entre outras coisas, uma definição do que é o “fair play”.