MÉXICO DESMENTE QUE 150 MIL MORRERAM POR GUERRA AO NARCOTRÁFICO

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2012 as 13:05, por: cdb

CIDADE DO MÉXICO, 28 MAR (ANSA) – O governo do México desmentiu hoje que o combate militar aos grupos criminosos de narcotráfico tenha provocado 150 mil mortes no país, como afirmou o secretário norte-americano de Defesa, Leon Panneta.
   
Panneta disse que o número corresponderia a todo continente americano ao longo de um ano. A afirmação foi feira depois de uma reunião entre os titulares da Defesa do México, dos Estados Unidos e do Canadá.
   
O comunicado publicado após o encontro indicou que “em relação aos homicídios supostamente ocorridos pela violência entre organizações criminosas, os participantes da reunião conversaram sobre cerca de 150 mil casos registrados no continente latino-americano no ano e não somente aqueles observados no México”.
   
Os últimos números oficiais do governo mexicano, divulgados em janeiro deste ano, assinalam que desde 2006 morreram 47.500 pessoas em conseqüência da guerra do narcotráfico no país. (ANSA)