Metalúrgicos da Volks rejeitam proposta da empresa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 17 de setembro de 2003 as 12:31, por: cdb

Os metalúrgicos da Volkswagen de Taubaté, interior de São Paulo, rejeitaram em assembléia na manhã desta quarta-feira, proposta de transferência de trabalhadores excedentes. A montadora criou uma empresa de recolocação de profissionais, a Autovisão, e prevê deslocar 2,1 mil funcionários da unidade, em outubro. Eles rejeitaram também a adesão ao Plano de Demissão Voluntária (PDV) criado pela empresa.

Os trabalhadores decretaram estado de greve por 72 horas. Nesse prazo, caso não haja uma nova proposta por parte da montadora, prometem paralisar as atividades. À tarde, é a vez de os trabalhadores da fábrica, no ABC, na grande São Paulo, decidirem sobre o assunto. A montadora prevê transferir 1.923 funcionários daquela unidade.