Mesmo negando ter contas Maluf tenta evitar bloqueio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de novembro de 2001 as 17:40, por: cdb

A decisão de recorrer foi tomada ontem junto com seus advogados, mesmo que Maluf e seus familiares continuem negando que sejam beneficiários de contas no exterior.

Na quinta-feira passada (22), a juíza Sílvia Maria Meirelles Novaes de Andrade, da 4ª Vara da Fazenda Pública, de São Paulo, determinou o bloqueio com base em uma ação cautelar apresentada pelo Ministério Público de São Paulo. Além do bloqueio, foi concedido também um exame das contas bancárias e aplicações financeiras da empresa Red Ruby Ltda, cujos beneficiários seriam da família Maluf. O advogado Ricardo Tosto, que representa o ex-prefeito e seus familiares, não quis entrar em detalhes sobre as alegações que foram apresentadas no recurso _ um agravo de instrumento com efeito suspensivo.

O recurso foi protocolado hoje no Tribunal de Justiça de São Paulo e até este momento ainda não foi distribuído O pedido de bloqueio dos bens, determinado pela Justiça, teria que ser remetido ao Ministério da Justiça, de lá para o Ministério das Relações Exteriores, para então ser enviado às autoridades de Jersey.