Mês da Mulher: uma noite de celebração e alegria no Teatro Atiaia para as mulheres da Habitação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2012 as 13:06, por: cdb

A prefeita Elisa Costa recebeu na noite de sexta-feira (23), no Teatro Atiaia, as mulheres que participam do movimento pela habitação em Governador Valadares. O evento fez parte das comemorações pelo Dia Internacional da Mulher (8/3), que prosseguem durante todo o mês de março. Na abertura, a prefeita destacou que, atualmente, 52% da população valadarense é formada por mulheres, e resgatou a importância das políticas públicas no município voltadas a elas, que vem se fortalecendo desde 2009, entre elas a de habitação.  “A mulher tem uma relação muito forte com a casa. Somos as primeiras a lutar pelo direito de morar com dignidade. Mais de 90% das pessoas que integram os núcleos de sem-casa no município são mulheres”, ressaltou a prefeita, registrando as 500 moradias já entregues referentes ao Residencial Atalaia e Figueira do Rio Doce, 496 apartamentos em fase de finalização das obras no Residencial Valadares, e outras cerca de 800 moradias em contratação/construção.

O encontro foi marcado por mensagens de otimismo, perseverança e reconhecimento do valor da mulher. A arte e a cultura também tiveram espaço e conquistaram o público, com números de dança, teatro e mágica. A dona de casa Maria Tereza de Souza, 55 anos, moradora do bairro Jardim Pérola, é integrante do núcleo de sem-casa João XXIII e aprovou o evento. “Foi tudo muito bom. Gostei de tudo, foi uma programação muito válida e a comemoração da data pelo Dia da Mulher é sempre importante. Participo de um núcleo de sem-casa no meu bairro e, se Deus quiser, vou conquistar minha casa”, disse.

A também dona de casa Marina Barbosa da Silva, 19 anos, veio do Figueira do Rio Doce, seu novo endereço. Ela conquistou a casa própria para sua família em dezembro de 2011. “Achei muito importante e um momento ótimo de encontro e de lazer. O reconhecimento de nosso papel também é algo que temos que comemorar”.