Menoe índeice de congestionamentos, de acidentes e redução número e mortes. Este é o resultado das ações no trânsito

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de março de 2012 as 16:11, por: cdb

Publicada em 01/03/2012 – Atualizado em 01/03/2012 18h48m

Menoe índeice de congestionamentos, de acidentes e redução número e mortes. Este é o resultado das ações no trânsito

Levantamento técnico feito pela equipe da Secretaria de Controle e Mobilidade Urbana e divulgados na tarde desta quinta-feira (1º) revelam que, de 20 de dezembro do ano passado até a última quarta-feira (29), foram emplacados mais 2.900 carros na cidade. Estes dados, segundo o secretário Marcelo Bisogno, denotam a realidade que Santa Maria está vivendo pelo crescimento acelerado da frota. “Hoje Santa Maria vendeu mais carros do que a média da maioria dos municípios brasileiros”, afirma Bisogno.

Outra avaliação realizada pela secretaria aponta para os resultados obtidos com as ações no trânsito que foram efetuadas na cidade desde o ano passado. Os resultados, segundo o secretário estão dentro das expectativas do planejamento da pasta, dando maior segurança e maior fluidez ao trânsito. “Nós reduzimos mais de 80% o número de congestionamentos na cidade. Em termos de segurança, diminuiu em mais de 52% o número de mortes e 47% o número de acidentes, isto resultou em mais segurança para a população”, avalia Bisogno.

Na analisa do secretário, ainda há alguns locais da cidade problemáticos, mas que, com base em um planejamento técnico da secretaria, serão minimizados com novas ações que estão em andamento e serão executadas até o final do ano. Entre estes locais, está a Avenida Medianeira, próximo ao Restaurante Vera Cruz, em direção à Rua Floriano Peixoto e à Rua Serafim Valandro. “Este é um local que ainda tem congestionamento, por que nós temos um semáforo na esquina da Serafim com a Medianeira que acaba comprometendo o nosso sistema. Na Floriano com a Medianeira, são três tempos, quando ali o certo seria ter dois tempos, abrir a Medianeira e abrir a Floriano. Tem que haver uma inversão na Floriano e uma inversão na Duque de Caxias”, diz o secretário. Bisogno informa que a inversão será efetivada até o final do ano.

Outros locais em que ainda há transtornos, analisa o titular da pasta Controle e Mobilidade Urbana, são a Rua Floriano Peixoto com a Rua Venâncio Aires, que será solucionado com a colocação de semáforos em frente ao calçadão. “Ali tem o problema do pedestre que não respeita a sinalização, de passar na faixa e esperar um pouquinho para deixar o trânsito fluir . Tem que haver harmonia e bom sendo ao fazer a travessia”, aconselha Bisogno.

Por outro lado, na análise do secretário, a maioria dos locais, como a Avenida Presidente Vargas e a Avenida Nossa Senhora das Dores, mesmo com o retorno das aulas, não apresentou até agora nenhum tipo de congestionamento. “A Rua Pinto Bandeira e a Avenida das Dores, que eram os maiores congestionamentos que nós tínhamos, estão fluindo normalmente. As pessoas levavam 20 minutos para fazer o trecho que começava na sinaleira da antiga Rodoviária e terminava no Trevo das Dores. Isto não acontece mais, está fluindo bem”, confirma o secretário. “Então os locais que nós conseguimos mexer, colocar a nossa técnica e a nossa estratégia na cidade, com todo o trabalho da nossa equipe, até agora estão tendo um resultado acima do esperado”, conclui o secretário, que projeta executar o restante das medidas até a metade ou final do ano.

Texto: Jorn. Vera Jacques
Fotos: João Alves