Menino de 12 anos drogado mata a avó a facadas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007 as 11:20, por: cdb

Um menino de apenas 12 anos confessou aos policiais do 24º BPM (Queimados) o assassinato da própria avó, Hilza Pereira da Silva, 66 anos, dentro da casa onde moravam. O garoto foi encontrado pelos policiais, no fim da noite desta quarta-feira, ainda ao lado do corpo que estava enrolado em um cobertor  e jogado em uma vala da linha férrea.

Hilza foi degolada com uma faca também utilizada para golpeá-la na barriga. Um motoqueiro viu quando o garoto arrastava o cadáver pela rua, segurando uma garrafa com tinner (solvente usado para fazer tintas), e avisou aos policiais do Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) de Japeri.

O menino foi morar com a avó há pouco mais de uma semana porque desistiu de morar com o pai adotivo, em Santa Cruz, na Zona Oeste. Na casa da avó moravam a mãe dele, doente mental, junto com o irmão e a aposentada que o aceitou. No momento do crime, a avó estava sozinha com o neto.

Enquanto os policiais vistoriavam a casa, o menino permaneceu sentado no sofá. Com o olhar distante e calado, mas respondia todas as perguntas. “Por que você fez isso?”, perguntou o policial. A resposta foi: “Não sei”.

Ainda não é certo que o garoto tenha a idade revelada. Ele não tinha documentos e disse apenas aos policiais que tinha 12 anos, embora tenha aparência de um menino de 14 , 15 anos. É possível que além de drogado, o garoto também tenha problema mentais, por causa da mãe.