Memórias da Copa do Mundo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 24 de março de 2012 as 11:36, por: cdb

 Chile superou até mesmo um terremoto para realizar uma grande Copa. ” “Porque nada tenenos, lo haremos todo” (porque nada temos, faremos tudo)

Brasil x Chile na semifinal da Copa do Mundo de 1962. Depois da derrota, os chilenos torceram para o Brasil na final contra a Tchecoeslováquia – Foto: CBF

O presidente José Maria Marin comparecerá a Santiago paracelebrar junto aos dirigentes chilenos os 50 anos daCopa do Mundo de 1962.Como ressaltou o presidente da CBF, será uma visita para tambémreverenciar os esforços dos dirigentes do país à épocaque, a despeito das dificuldades que tiveram, conseguiramrealizar uma grande Copa.Com efeito, a Federação Chilena, que disputara com a daArgentina o direito de sediar o Mundial, foi alvo de desconfiançasobre sua capacidade de realizar o evento. Isso quando em 22 demaio de 1960, em meio à progressão dos preparativos, a cidade deValdívia foi vitimada por um terremoto que registrou 9,5 pontos naEscala Richter, o maior da história então, que deixou milhares demortos e parte da população desabrigada.Foi quando o presidente da Confederação Sul-Americana, obrasileiro naturalizado chileno Carlos Dittborn pronunciou acélebre frase que conseguiu mobilizar todo o país: “Porque nadatenemos, lo haremos todo” (porque nada temos, faremos tudo).O Chile promoveu então uma excelente Copa, muito bem organizada,e que serviu ainda para mostrar ao mundo a ratificação domelhor futebol com a Seleção Brasileira bicampeã, mesmo com Pelémachucado, mas com Garrincha exibindo a sua genialidade que otornou Bola de Ouro daquele Mundial.Os chilenos, assim que a sua seleção foi derrotada na semifinalpelo Brasil por 4 a 2, passaram a apoiar a Seleção Brasileira. Nafinal contra a Tchecoslováquia, no dia 17 de junho de 1962, tomaramo Estádio Nacional de Santiago para incentivar a seleçãocanarinha.Por isso, o presidente José Maria Marin Marin vai, na visita,agradecer ainda o carinho e o apoio do povo chileno à SeleçãoBrasileira.Garrincha, Pelé, Vavá, Amarildo, Zito, Zagalo, Mauro, Zózimo,Nilton Santos, Didi, Gilmar e todo o time brasileiro deixaram fãsentre várias gerações de chilenos, até hoje admiradores do nossofutebol.