Melhorias em Ceilândia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de março de 2012 as 15:02, por: cdb

No aniversário da cidade, governador Agnelo Queiroz destacou investimentos que estão sendo feitas pela atual gestão para dar mais qualidade de vida à população

Da Redação

Ceilândia comemora, nesta terça-feira (27), seu 41º aniversário. A data foi lembrada, na manhã de hoje, pelo governador do Distrito federal, Agnelo Queiroz, durante visita a subestação de potência móvel, instalada em Taguatinga Norte. Ele parabenizou a cidade mais populosa do DF – com quase 400 mil habitantes – e destacou os investimentos realizados nas diversas áreas da cidade.
 
“A melhor forma de homenagear a população da Ceilândia é investindo na melhoria das condições de vida da população”, destacou o governador Agnelo Queiroz. “A Ceilândia está se tornando uma cidade cada vez mais agradável para se morar, graças aos investimentos que estamos fazendo e que ainda vamos fazer”, afirmou.
 
Desde o início da atual gestão, o GDF tem trabalhado para melhorar a qualidade de vida da população ceilandense. Entre as ações realizadas estão a construção e a reforma de praças; a instalação de Pontos de Encontro Comunitário (PEC), que deram opção de lazer e saúde aos moradores da cidade; melhorias nos centros de saúde e no Hospital Regional de Ceilândia (HRC) e investimentos na área de desenvolvimento econômico da cidade.
 
O governador ressaltou, ainda, as melhorias que serão realizadas e que beneficiarão a população da cidade. “Estamos fazendo a reforma do terminal [de ônibus] do Setor O e vamos ampliar em dois quilômetros a linha do metrô, chegando à expansão do Setor O. Faremos, ainda, o Expresso Brasília, que saíra do Sol Nascente, cortando a Avenida Hélio Prates. São investimentos gigantescos que vão melhorar as condições de vida na cidade”, anunciou Agnelo Queiroz.
 
Agnelo Queiroz abordou também os investimentos nos setores habitacionais do Sol Nascente e Pôr do Sol, que têm, juntos, cerca de 70 mil habitantes. “Investiremos inicialmente, nessas áreas, R$ 250 milhões em saneamento, urbanização e novas moradias, construindo casas que substituam aquelas que são inseguras, frutos de invasões e do crescimento desordenado, e equipamentos públicos. Enfim, vamos regularizar a área, com escrituras que darão estabilidade a população e com qualidade de vida”, enfatizou.