Médicos iniciam residência no Hospital Municipal

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012 as 14:56, por: cdb

Um grupo de 33 médicos inicia o período de residência no Hospital Municipal (HM) de São José dos Campos (Rua Saigiro Nakamura, 800 – Vila Industrial) a partir desta quarta-feira (29). A nova turma recebe as boas vindas a partir das 8h no auditório do hospital.

No primeiro dia, os residentes vão assistir ao filme “Um Golpe do Destino”, que trata da humanização na medicina. O objetivo é sensibilizar os médicos recém-formados a fazer um atendimento bastante acolhedor. Em seguida, os residentes serão apresentados aos seus respectivos coordenadores, de quem receberão orientações sobre a especialização e conhecerão as dependências do hospital.

Neste ano, as vagas abertas na residência médica foram para as especialidades de anestesiologia, cirurgia geral, clínica médica, medicina da família e comunidade, neurologia, neurocirurgia, neonatologia, obstetrícia e ginecologia, ortopedia, pediatria, terapia intensiva adulto e pediátrica.

No processo seletivo de 2012, a especialidade mais concorrida para residência médica no Hospital Municipal foi a de cirurgia geral com 18,25 candidatos por vaga, seguida de neurocirurgia com 17 candidatos por vaga.

De acordo com a Comissão Nacional de Residência Médica – Ministério da Educação (CNRM – MEC), pouco mais da metade dos formandos em medicina conseguem uma vaga em programa credenciado pela CNRM.

A residência é a melhor forma de especialização médica. Apesar do número cada vez maior de residentes vindos das mais variadas regiões do país para esse período de especialização em São José dos Campos, uma quantidade expressiva de egressos do programa do Hospital Municipal fica na região, inclusive no próprio HM, onde contribuem para a formação de corpo clínico de elevada capacidade técnica.

Desde o início deste ano, o Hospital Municipal conseguiu junto ao Ministério da Educação para ter uma Comissão de Ética e Pesquisa (CEP) própria. Esse grupo vai colaborar para a fomentação de pesquisas no HM.

O programa de residência do Hospital Municipal começou em fevereiro de 2000 e já formou 125 especialistas. O tempo de duração dos programas varia de dois a cinco anos.

Leia mais notícias: Secretaria Municipal de Saúde